Número total de visualizações de página

sexta-feira

catequese 2 - Tenho mais amigos (2.ª parte) Uma nuvenzinha em viagem


Num dia de outono,  o vento soprava forte fazendo voar as folhas. Uma nuvenzinha que estava a passear ali perto, disse-lhe: "Olá, vento, posso brincar contigo?". O vento então perguntou: “Que poderias fazer? Sabes soprar?".A nuvenzinha experimentou: "...ffff... fff... não, não sou capaz ", disse desconsolada. Então o vento respondeu-lhe: "Tu não és capaz de soprar como eu. Vai-te embora!". E a nuvenzinha foi-se muito triste.
Mais à frente encontrou o verão e o sol resplandecente no céu. Então, aproximou-se e disse: "Olá sol, posso brincar contigo?". Mas o sol aborrecido respondeu-lhe: "Não vês que te puseste muito perto de mim? Estás a obscurecer-me!  Vai-te embora, tu não és capaz de brilhar como eu e nem sequer de criar calor!". E a nuvenzinha foi-se embora, cada vez mais triste.

Haut du fUm pouco mais além, estava o Inverno e a neve caia leve. A nuvenzinha parou e perguntou: "Olá neve, posso brincar contigo?". A neve olhou para ela de alto a baixo e sussurrou: "Mas tu és capaz de fazer nevar?". A nuvenzinha esforçou-se tanto que de cinzenta tornou-se preta, mas de neve nada. "Não, não creio ser capaz" disse a nuvenzinha emitindo um trovão. "Shhh!", calou-a a neve. "Então não me podes ajudar. Eu sou silenciosa, tu és demasiado barulhenta! Tu não és capaz de fazer cair neve e cobrir a paisagem como eu, vai-te embora vai!". E a nuvenzinha foi embora ainda mais triste.
Estava desconsolada, quando encontrou a primavera e ouviu alguém a chorar. Inclinou-se e viu uma florzinha que soluçava desesperada. Aproximou-se e perguntou-lhe a razão de tamanha tristeza. E a florzinha respondeu: "Tenho sede, estou quase a morrer, podes-me ajudar ?". "Não sei, eu não sei fazer quase nada.., não sei soprar como o vento, não sei brilhar como o Sol, não sei cair leve como a neve, e ninguém me quer…". Dizendo isso, a nuvenzinha começou a  chorar e as suas lágrimas tornaram-se outras tantas gotas de chuva que mataram a sede à florzinha A partir daquele dia, a nuvenzinha e a florzinha tornaram-se amigas e compreenderam terem necessidade uma da outra para serem felizes.

Moral da História - O dom da vida que recebemos pode tornar-se um dom para os outros quando construimos relações verdadeiras na escola, em casa, na catequese com os amigos. Assim, devemos tratar-nos todos com muito respeito!

Sem comentários:

Enviar um comentário